segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

SERES FANTÁSTICOS - ASMODEUS

NOME ORIGINAL: Asmodeus significa "criatura que julga", “Criatura do julgamento”, “O destruidor”. O nome Asmodeu significa também “aquele que faz perecer” (anjo destruidor II Samuel 24:16, Sabedoria 18: 25, Apocalipse 9:11). Asmodeu reaparece no Testamento de Salomão (onde ele é, como em Tobias, inimigo da união conjugal) e no judaísmo pós-biblico. Asmodeus também é chamado de Ashmadia que pode originar do Persa Aeshma-Deva ou "Demônio da Ira", um dos demónios do parsismo. Em língua persa Aeshma-Daeva, era o Demónio Destruidor, o Exterminador. O seu nome significa o “Sopro ardente de Deus”.
PAÍS: Mundial
CARACTERISTICAS:
Asmodeus é normalmente representado como uma espécie de quimera, com asas e três cabeças: uma de homem com hálito de fogo, uma de touro e uma de carneiro, símbolos de virilidade e fertilidade. Porém, pode ser representado também como uma espécie de feiticeiro capaz de adotar a forma de aranha.
HISTORICO: As diversas teses acerca do seu nascimento. Algumas fontes dizem que Asmodeus era um anjo caído, tendo a condição de Serafim ou Querubim, antes da sua queda. Nas antigas tradições apócrifas, Asmodeus seria filho de Adão (Adamah) o primeiro homem, e de Lilith, enquanto ela ainda era sua esposa (Lilith foi a primeira mulher de Adão, só depois Deus criou Eva) e ambos viviam no paraiso.
Só depois, Lilith se revoltou e saiu do paraíso, passando a ser a terrível Deusa Negra.

     Ashmoedai seria o mais velho de 7 irmãos demónios: Mahawet, Sham'ha, Naam'ha, Shibbetha, Bahael et Rhu'há.
      Mais tarde, Lúcifer veio a possuir Eva (a segunda mulher de Adão), e desse segundo relacionamento sexual nasceu Caim. Assim, Caim e Asmodeus são por isso os primeiros primogênitos da história humana, ambos condenados aos domínios infernais.
     Outros escritores judaicos descrevem o nascimento de Asmodeus através de um incesto de Tubal Cain com sua irmã Noema.




FATOS REAIS: Asmodeus é um demônio da mitologia do judaísmo (Livro de Tobias 3,8,17- 6,14 – 8,2), considerado o demónio bíblico da ira e da luxúria.
     É um demónio bíblico, foi ele quem matou os 7 maridos de Sara, filha de Raquel, no próprio dia do casamento.
    De acordo com o dicionário bíblico, Asmodeus é o demónio que assediava Sara, filha de Raquel, e que matou os seus sete primeiros maridos, no próprio dia do casamento, antes de eles terem relaçoes sexuais. Sara, devido á vergonha que tal situação causava ao pai, pediu a Deus para morrer. Então Deus ouvindo as suas orações, enviou o Arcanjo Rafael para resolver o problema e guiar Tobias. Assim, o Arcanjo Rafael deu a receita do “medicamento de Deus”, que consistiu em queimar, num queimador de incenso, uma mistura de coração e fígado de um certo peixe. O terrível cheiro do peixe expulsou o demónio do corpo de Sara, e o Arcanjo Rafael o teria capturado e acorrentado de mãos e pés no deserto do alto Egito, permitindo desta forma a Sara casar-se com Tobias. Este posteriormente cegou, mas graças á ajuda do seu filho e da interferência do Arcanjo Rafael, ficou curado.
     Asmodeus, o grande rei dos demônios, tem como consorte mais nova, Lilith “a jovem”, filha do rei Qafsefoni. Nos Capítulos dos Pequenos Hehalot está escrito que Samael, o grande príncipe dos demónios, tem excessivos ciúmes de Asmodeus por causa desta Lilith, a Jovem.
     A Qabahla Medieval diz que de Asmodeus e de sua consorte Lilith nasceu um grande príncipe no paraíso, sendo este a régua de oitenta mil demônios destrutivos e é chamado de "a espada do rei Asmodeus". Seu nome é Alefpene'ash e sua face queima como um fogo violento (' esh). Ele também é chamado Gurigur, porque antagoniza e luta com o "Príncipe de Judah" tentando-o durante seu jejum de 40 dias no deserto.
     Na demonologia, Asmoday é normalmente representado com asas e três cabeças: uma de homem com hálito de fogo, uma de touro e uma de carneiro, simbolos de virilidade e fertilidade.
     É representado sentado sobre um dragão infernal, armado de uma lança e cuspindo fogo. Sendo o demónio chefe de shedin, classe de demónios com garras de galo, ele mesmo tem pés de galo, e uma cauda de serpente.
    Numa classificação demonológica baseada nas categorias dos sete pecados capitais, Asmodeu é o demônio da luxúria e da lascívia.
     No século 16º alguns demonólogos, atribuiram um mês a cada demónio: o mês de NOVEMBRO foi considerado o mês, em que o poder de Asmodeus estaria mais forte.
     Outros demonólogos, afirmaram que o seu signo zodiacal era aquário, mas somente entre 30 de Janeiro e 8 de Fevereiro.
     Na casta demoníaca – HIERARQUIA segundo a goetia – Ashmedai, pertence á casta de demónios mais poderosos. É tido como um dos cinco príncipes do inferno, abaixo de Lúcifer, o imperador. São eles: Asmodeus, Astaroth, Baal, Belzebub, Belial.
     Asmoday é o 32º espírito da Goetia. É um grande, forte e poderoso rei, que governa 72 legiões de espíritos inferiores.
    
 

TELEVISÃO E CINEMA: Alguns filmes que tem no enredo participação de Asmodeus.
  - Demons Hunters (2005)
  - Spectre (1977)



SAIBA MAIS: Algumas fontes para pesquisa.
 - Liber Azerate, Joy of Satan, Asmussen, Jes Peter (1983)
 - "Aēšma", Encyclopaedia Iranica, 1, New York: Routledge & Kegan Paul, pp. 479–480
 - Wikipédia, a Enciclopédia Livre
 - History of Zoroastrianism, New York: OUP,  Russell, James (2001)
 - As Clavículas de Salomão - As Chaves da Magia Cerimonial, Brasil (2004). 
           

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

ASA NOTURNA (DICK GRAYSON)



 
NOME ORIGINAL: Nightwing
PAÍS: Estados Unidos da América
CRIADOR(ES): Edmond Hamilton e Curt Swan
DATA DA CRIAÇÃO:  1963
PRINCIPAIS INIMIGOS: Cérebro, Groth, Charada e Madame Rouge

PODERES:
 - Memoria Eidetica
 - Estrategista Notável,
 - Liderança Nata
 - Mestre em artes marciais
 - Excelente detetive
 - Hacker
 - Acrobata
 - Habilidade de evasão (fuga).

FRAQUEZAS: As de um ser humano comum

HISTÓRICO DO PERSONAGEM: Os trapezistas ''Os Graysons Voadores'' já eram a maior atração do circo Haly antes mesmo de seu filho Richard nascer. Aos 9 anos de idade, o pequeno Dick (apelido para Richard) já era um acrobata perfeito. Foi mais ou menos com essa idade, quando o Haly se apresentava em Gotham City, que o menino presenciou o mafioso Anthony Zucco tentando extorquir dinheiro do dono do circo. Com a recusa, Zucco preparou uma armadilha que resultaria na morte dos pais de Richard no trapézio. Batman apareceu no local, mas não conseguiu provas para prender Zucco de imediato. O criminoso só iria para trás das grades anos depois, condenado por outros crimes.
     Adotado por Bruce Wayne pouco depois da morte de seus pais, Dick se tornou parceiro do Homem-Morcego no combate ao crime, após um exaustivo período de treinamento. Nascia assim o primeiro Robin.



     Com o tempo, o rapaz se tornou uma lenda tão importante quanto o próprio Cavaleiro das Trevas. Seu espírito de liderança levou-o a formar a Turma Titã, juntamente com Kid Flash e Aqualad. Essa equipe, depois de muitas reviravoltas com a saída e a entrada de muitos heróis, transformou-se na superequipe Os Novos Titãs. Só que Dick foi crescendo e não poderia continuar usando um uniforme destinado a um garoto, passando a adotar uma nova vestimenta. Surgiu Asa Noturna, que foi ficando cada vez mais sombrio e violento, distanciando-se bastante da identidade de Robin.
     Namorou por anos, quase chegando a se casar com a alienígena Estelar, que conheceu quando era membro dos Novos Titãs, mas os dois acabaram por se separar.
    Por um tempo, Asa Noturna assumiu a identidade de Batman, permitindo a Bruce Wayne repensar sua vida. Para Dick, tal experiência acabou por mexer muito com o psicológico dele e acabou devolvendo o manto do morcego para Bruce, voltando a assumir a identidade de Asa Noturna.
Viajando para desvendar um misterioso assassinato na vizinhança de Bludhaven, uma cidade tão escura e corrupta quanto Gotham, adotando-a como sua base de atuação.
    Dick ainda teve um relacionamento amoroso com a Caçadora e Oráculo. Também liderou uma nova versão do grupo Os Renegados.
 
O HERÓI NA MÍDIA: A primeira aventura do Asa Noturna aconteceu na revista  Tales of the New Teen Titans #44 (Julho de 1984) e desde então fez participações em varias series de animação e games. Na televisão, tem uma série programada e foi produzida uma Web Serie, por fãs, em e episódios (ver no final desta matéria).


ALGUNS FILMES, ANIMAÇÕES E SERIADOS: 

Animações:
- Batman: The Animated Series – 85 episódios (1992 – 1995)
- The New Batman Adventures – 24 episódios (1997-1999)
- Liga da Justiça sem Limites – 39 episódios (2004-2006)
- Justiça Jovem – 2ª Temporada – (2011-2013)

Seriados:
- Nightwing – Web Series – 5 episodios - 2014

Filmes:
- Não tem.   


Video games:
- Injustice: Gods Among US (Warner Brothers Games - 2013)

Veja a seguir a Web Serie do Asa Noturna.

Asa Noturna - A Série - Episódio 1 - Exterminador
video

 Asa Noturna - A Série - Episódio 2 - Origens
video

Asa Noturna - A Série - Episódio 3 - A Queda
video

Asa Noturna - A Série - Episódio 4 - Oracle
video

Asa Noturna - A Série - Episódio 5 - O Legado  

Assiste o ultimo episódio no Youtube, pois o espaço para arquivar o video aqui é insuficiente. (desculpe-nos)

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

AUTORES BRASILEIROS DE TERROR - MARTHA ARGEL

 
Paulistana, bióloga, com doutorado em ecologia de aves pela UNICAMP, Martha Argel é uma das primeiras escritoras de Literatura Fantástica que conseguiu relativo sucesso com seus livros. Participou da obra Amor Vampiro (Giz Editorial), mas não vive da Literatura. Trabalha como consultora em meio ambiente. Tem atuação destacada como especialista em aves brasileiras, com inúmeros trabalhos científicos publicados no Brasil e no exterior. Atualmente é consultora da ONG Wildlife Conservation, sendo, desde 2005 é coordenadora do Projeto Aves do Brasil.
Publicou os romances "O Vampiro da Mata Atlântica" e "Relações de Sangue", a antologia crítica "O Vampiro Antes de Drácula" e vários livros de contos. Tem contos em várias antologias, revistas e fanzines de ficção científica, fantasia e terror.

Suas publicações até o momento são:
  



 
1987
- Aves urbanas (Estação Ciência)

2000
 - Contos improváveis (Writers)
 - Lugar de Mulher é na Cozinha (Winters)

2002
 - relações de Sangue (Novo Século)

2003
 - O Vampiro de Cada Um (ed. Independente)

2004
 - Voando pelo Brasil (Cuca Fresca)

2005
 - Olhos de Gato (Writers)
 - Maravilhas do Brasil: Aves (Escrituras), com fotos de Fábio Colombini


2006
 - O Livro dos Contos Enfeitiçados (Landy)

2008
 - Amor Vampiro (Giz Editorial) - Com outros autores
 - O Vampiro antes de Drácula (Aleph)


2009
 - O Vampiro da Mata Atlântica (Idea)
 - Imaginários - Volume 1 (Draco) - Com autor autores


2011
 - Amores Perigosos (Llyr Editorial)

2012
 - Lugar de mulher é na cozinha (Draco)
 - Contos de Horror (Farol Literário) - como tradutora e comentarista.


(Fonte: Skoob e Site da Autora)

Contatos
Blog: vampirapaulistana.blogspot.com.br
e-mail: através do site ou blog

Até a próxima matéria onde falaremos de NELSON MAGRINI

domingo, 8 de fevereiro de 2015

O ESCARAVELHO DO DIABO: Finalmente para as telonas.


Uma das poucas verdades absolutas que conheço é que todas as pessoas possuem uma passagem em suas vidas que as marcaram durante o período compreendido entre o fim da infância e o começo da adolescência, carregando essa marca até os dias de hoje. Para leitores, isso não é diferente. Ainda me lembro dos fantásticos livros da coleção Vaga-Lume, da editora Ática.
Em meio a uma estrutura rígida de ensino, que na época apresentavam livros inapropriados para a idade das crianças, o que as afastavam do gosto pela leitura. Numa época em que Histórias em Quadrinhos não eram consideradas “literatura", mas sim lixo, a Coleção Vaga-Lume era um oásis no deserto. Livros como “Spharion”, “O Rapto do Garoto de Ouro”, “O Mistério do Cinco Estrelas    , “O Caso da Borboleta Atíria” e “O Escaravelho do Diabo” eram a coqueluche entre os pré adolescentes.

O fato de hoje ser autor de livros de Literatura Fantástica e um ávido leitor se deve a um desses livros que mencionei, O Caso da Borboleta Atíria, o qual homenageei no meu conto de maior sucesso e publicado no livro Amor Vampiro, intitulado “O Anjo e a Vampira
Agora, mais de trinta e cinco anos depois de ler pela primeira vez o livro da borboleta que tinha um problema em uma de suas asas, recebo a grata notícia que um dos livros da Vaga-Lume está virando Filme, O Escaravelho do Diabo, da escritora Lucia Machado de Almeida (1910-2005).
 


Escrito pela autora mineira Lúcia, o livro de suspense juvenil foi lançado pela editora Ática, em 1972, e tem sido tão popular entre os jovens de várias gerações que já chegou à 27ª edição. O que ainda faltava era uma adaptação para a televisão ou cinema, o que está sendo corrigido agora. As filmagens de “O Escaravelho do Diabo” se iniciaram no interior de São Paulo, onde, desde 12 de janeiro, os atores e equipes estão trabalhando em locações nos municípios de Amparo, Holambra, Campinas e Jaguariúna, tendo como previsão de termino das filmagens nesses locais em 26 de fevereiro. 

O fato de hoje ser autor de livros de Literatura Fantástica e um ávido leitor se deve a um desses livros que mencionei, O Caso da Borboleta Atíria, o qual homenageei no meu conto de maior sucesso e publicado no livro Amor Vampiro, intitulado “O Anjo e a Vampira
Agora, mais de trinta e cinco anos depois de ler pela primeira vez o livro da borboleta que tinha um problema em uma de suas asas, recebo a grata notícia que um dos livros da Vaga-Lume está virando Filme, O Escaravelho do Diabo, da escritora Lucia Machado de Almeida.


Na adaptação do texto de Lúcia Machado de Almeida, algumas situações foram modificadas para que a trama fosse mais bem compreendida no cinema. Na obra original, o protagonista Alberto é um rapaz que tem o irmão assassinado com uma espada atravessada no peito e que sai atrás de pistas do criminoso, é um estudante de medicina de 20 e poucos anos. Na versão cinematográfica, Alberto será um menino de 11 anos, vivido pelo jovem ator Thiago Rosseti. Pimentel, o policial que auxilia Alberto na investigação dos assassinatos permanece o mesmo e será interpretado pelo ator Marcos Caruso.


O elenco é composto, ainda, por Jonas Bloch, Selma Egrei, Lourenço Mutarelli, Augusto Madeira e Thogum Teixeira, entre outros. O roteiro foi escrito por Melanie Dimantas e Ronaldo Santos, a fotografia é de Pedro Farkas e a direção de arte, de Valdy Lopes Jr.



O lançamento de “O Escaravelho do Diabo” está previsto para o meio do ano, época de férias, com o objetivo de atrair um público jovem — além dos pais que se recordam afetivamente da leitura do livro. Se o filme der certo, pode ajudar a abrir um caminho pouco explorado pelo cinema brasileiro, o de produções voltadas para adolescentes. Espero que o sucesso de “O Escaravelho do Diabo” traga, também, outros livros da “Vaga-Lume” para as telonas. Gostaria muito de ver “Spharion” e “O caso da Borboleta Atíria” nas salas do Cinemark.


Por: J. Modesto